Relatos dos Viajantes


San Andrés, saudades de você, seu lindo!!


Renata Cria


San Andrés, saudades de você, seu lindo!!

Bom... chegou a minha vez de dar meu depoimento! 
Será longo, mas tentarei dar detalhes pois foi isso que me ajudou quando lia os relatos do povo daqui.
PASSAGEM
Eu e meu marido fomos início de Maio para San Andrés e Cartagena, com escala no Panamá pela Copa. Conseguimos a passagem por um valor razoável, em torno de R$3000 no total (Rio-San Andrés-Cartagena-Rio), já com as taxas.
Voos OK, bom serviço e no horário. Realmente, como lido nos relatos, no Panamá não vi vantagens com relação a preços. Ficamos no aeroporto somente, pois a conexão não era tão longa.
 
IMPRESSÕES
San Andrés é realmente um encanto! Se você já pesquisou e sabe como é a estrutura da ilha, não se choca... foi o que aconteceu comigo. Todos falaram sobre a pobreza, sujeira que imaginei um cenário pior.
Outra coisa que me surpreendeu foi a segurança: me senti bem tranquila, pois vi muito policiamento e um clima de muita paz, no geral. As pessoas foram em sua maioria cordiais e não houve conosco situações, como as relatadas, de tentarem nos passar a perna. Mas isso foi a nossa experiência. Em qualquer viagem, olho vivo, sempre! A precaução nos ajuda a evitar as dores de cabeça, certo?!
Agora, o ponto negativo é a desorganização: a ilha não tem um serviço bom, atendimento profissional... parece tudo feito meio de qualquer forma. As pessoas nos pareceram (salvo algumas exceções) ter boa vontade, mas não há padrão, muito amadorismo ainda. Então, relaxa... lembre que você está de férias e vai curtir.
O trânsito também é meio caótico mesmo: um monte de carro sem placa, 500 pessoas e um cachorro em cima de uma moto (e sem capacete!), mulles e carrinhos de golfe circulando sem retrovisor... mas tudo bem, no final, todos parecem se entender. Chega a ser engraçado! Mas obviamente, tome cuidado, porque apesar de não ter visto nenhum acidente, achei arriscado.
O que você espera de uma viagem conta muito na hora da escolha do destino: se você quer uma viagem tipo conforto e alta gastronomia, programas culturais e noite agitada, San Andrés NÃO É o seu lugar! Porém, se você quer conhecer um mar que tem uma diversidade de CORES e VIDA MARINHA que irá te encantar de uma forma inimaginável (acredite, as fotos não são suficientes), sem frescuras e sem estresse, para relaxar e apreciar as belezas naturais, você não vai se arrepender!!! O lugar é um paraíso mesmo! E olha que apesar de carioca, não sou muito de praia... e na hora de vir embora, nós ficamos com um aperto, com muita dó e fizemos a promessa de voltar em breve.
 
CÂMBIO
Depois de muitas contas, quebrar a cabeça, ir ao banco para pesquisar taxas e acompanhar o sobe e desce do dólar (mais sobe que desce, infelizmente... rs), as melhores opções realmente eram fazer remessa via Wester Union ou levar dólar para trocar na ilha. Optamos pela segunda, já que no dia de trocar (que acabou sendo em cima da viagem), valia mais a pena.
Trocamos em SA por cotações que variavam entre 2.750 a 2.800 cops por dólar (primeiro, na Wester Union do centro e em seguida, com o Dario, que o grupo já tinha indicado - quem quiser contato, me chama no inbox que dou).
Cartagena, chegamos a conseguir a 2.860 cops / dólar.
 
HOSPEDAGEM
Ficamos em Sarie Bay, numa pousada nativa maravilhosa chamada Capi's Place. A dona, Hilda, um encanto de pessoa... nos pegou no aeroporto, fez mimos para a gente por ser nossa segunda lua de mel... um piscinão e atendimento super personalizado, quarto com cama king, ar super gelado, água quente e doce e APENAS 3 quartos. Chegávamos da rua e aquela piscina incrível só pra gente... foi ótimo!
A única questão de ficar fora do centro é que o calor e o cansaço acabam te vencendo em alguns momentos. Apesar de estarmos a 15 min caminhando, não rolou de fazermos o trajeto a pé tantas vezes. Ficávamos exaustos após o dia todo nos passeios... tanto que dois dias nem saímos para jantar! É uma área mais residencial, sem muitos restaurantes, de noite é meio escuro. 
Foi bom para conhecermos mais hábitos locais: um dia paramos num lugar que descobrimos ser uma universidade e lanchamos arepas feitas pelo senhor Manuel - bem simpático, que nos ensinou como fazia a iguaria e conversou a beça conosco, um amor!!
Andamos tranquilos de ônibus e táxi. Se quiser ficar fora do centro, leve isso em consideração e inclua em seu orçamento o valor para ônibus (2 mil pesos - param de circular às 21h) e táxi ou diárias de mulle ou moto. 
Foram 5 diárias por 925 mil cops.
 
PASSEIOS
Realmente, essa dica é de ouro: chegando na ilha, priorize os passeios, pois corre o risco de o tempo mudar e você não conseguir algum por esse motivo.
Chegamos a tarde fomos para o centro fazer câmbio (demorou horrores!), comprar sapatilhas (12 mil cops o par) e snorkel (20 mil cops, durou bem e não entrou água) numa das lojinhas na frente da praia peatonal, em seguida encontramos um casal super bacana que conhecemos pelo grupo e fomos ao Beer Station. Uma delícia... tomamos uma cervejinha e papeamos com aquela vista incrível do mar. Super agradável!
Primeiro dia, Aquário e Johnny Cay, pela Portofino (20 mil cops + 5 mil de taxa de entrada na ilha): apesar de falarem bastante aqui nos relatos para fazer em dias separados, achei realmente desnecessário. Para mim foi o suficiente 1h30 em aquário, que é lindo, realmente... mas não tem sombra nem estrutura para um dia inteiro. Ah!! Cuidado pois escorreguei nos corais e tive um machucado feio na perna. Mas nada que estragasse o passeio.

Seguimos para Johnny Cay e ficamos até às 15h e foi incrível! Que água... A praia deliciosa! Vimos arraias nadando, inclusive! Alugamos barraca + cadeiras por 25 mil (dividimos entre os 2 casais) e não quisemos almoçar (comemos ceviche, tomamos limonada de coco e cerveja - tudo muito mais ou menos e caro... não gostamos). 
Confesso que estava meio apavorada com os relatos sobre a volta, que as pessoas iam subindo desesperadas nos barcos andando e tal... mas foi até tranquilo. Subi sozinha (depois da terceira tentativa - hahaha), mas o barqueiro ajudava quem não conseguia. Uma escadinha resolveria fácil (até tinha no nosso barco em aquário). Mas pra que facilitar, né?! Rssssss
O ponto alto para mim foi o segundo dia, onde fizemos o mergulho com o Paul (super indicado aqui no grupo, com muita razão, diga-se de passagem). Fomos num grupo de oito, nós e mais três casais incríveis que conhecemos no grupo do whatsapp e que viraram grandes parceiros de viagem! 
Foi a primeira vez da maioria e fiquei encantada com o mergulho (buceo). O Paul e o instrutor, Lee, nos deixaram tranquilos, deram todas as orientações e o mergulho foi maravilhoso!! 
Um conselho para quem puder: experimente! O mar de San Andrés será uma excelente oportunidade!!
Negociamos um ótimo valor com ele, pelo grupo que organizamos, 120 mil por pessoa (com equipamentos inclusos).
Terceiro dia, tempo ruim... choveu pela manhã e fomos fazer a volta na ilha de mulle. Foi maravilhosooooo!!!!! Que dia divertido! Nossa... Nem a chuva atrapalhou. Paramos no Big Mama, ótimo para snorkel, West View (4 mil cops para entrar) que é fundo, mas alugam acessórios para ajudar quem precisar (colete, macarrão, pé de pato, etc.). Lá tem o toboágua e trampolim e também a estátua do Poseidon. Lugar incrível, que mais gostei do passeio! Paramos para conhecer a piscinita. Tudo bem que todos falam que não é lá grande coisa... e realmente depois de west view não é mesmo... mas, tá, fomos e conhecemos (4 mil cops para entrar). Hoyo Soplador os vendedores perturbam para te vender bebida, e o que mais tiver... bem chatos, viu?! Maré baixa... nada de soprar! :( De lá para Praia de San Luis e Rocky Cay, praias lindas, com faixa de areia e águas lindas e mornas, com parada para almoço e finalizando o passeio no centro.
Quarto dia, Day use do Decameron em Rocky Cay a 45 mil pesos, com all inclusive. Para nós, super valeu a pena: cerveja Aguila SUPER gelada!! Drinks com e sem álcool, água e refri liberados, almoço e snacks até às 17h. Tudo simples, claro, mas honesto. Podíamos usar a estrutura de cadeiras e barracas. Ou seja, passamos o dia super de boa naquela praia lindíssima por um valor bem bom. Adoramos!!
Nosso último dia, partimos a tarde, então, não rolou passeio... só a despedida mesmo daquele mar lindo... das pessoas tão bacanas que conhecemos e da paisagem inesquecível!
 
COMIDA
Comemos no Beer Station (bom e preços razoáveis), Capitan Mandy (muito saboroso... bom custo X benefício, melhor atendimento que tivemos na ilha!), The Grog (Coco Loco de lá deliciosooooo!!! Comida muito boa também!), La Regatta (Incrível, tem que ir! Fiesta Nautica e ceviche deliciosos!). O resto foi lanchinho mesmo... mas esses valeram a pena!
O arroz de coco eu gostei! Meio docinho... achei saboroso.
Amei Patacones e Fruta Pan! Muito saborosos!!! 
E a limonada de coco... hummmm!!! Delícia!
No geral, comi bem em San Andrés.
 
NOITE
É fraca e acaba cedo... não espere muito!
Barzinhos na rua do GHL são bem movimentados e interessantes! 
Não fui, mas comentam muito do Coco Loco...
Porém, é uma viagem muito diurna. Tudo é cedo, tudo cansa... então no fim do dia você fica exausto e doido por um banho e uma cama!! No nosso caso, nossos dias acabavam com um jantar ou uma cervejinha de leve e depois, hotel, para ver Avenida Brasil na Fox com ar condicionado a todo vapor! kkkkkkkk
 
COMPRAS 
Não fizemos, não estávamos com esse foco... nem lembrancinhas compramos! Fugimos um pouco de lojas. Nosso foco total era o mar... Rsssss
Mas protetor solar é algo que me arrependo muito de não ter comprado por lá! Barato e bom!!
 
CONCLUSÃO
Foi uma viagem inesquecível! 
Tivemos a sorte de reunir um grupo super bacana que conhecemos no whatsapp de Maio e que tornou a viagem muito mais divertida e prazerosa: Rita Fragata, Claudia Lepesteur foram nota mil... uns amores de verdade!!
Mulherada, se posso dar uma dica: se desprendam um pouco da vaidade: o cabelo fica um horror... mesmo com creme, não tem jeito! Rssss
Muito protetor labial!!! A água é beeeem salgada e somada ao sol, são uma bomba. Vi muita gente com a boca rachada. Sorte que levei o meu, FPS50. Me salvou.
Achei que seria uma viagem mais barata, mas não achei tão barata assim não... Ficamos 5 dias em SA, seguidos por 5 dias em Cartagena e gastamos em torno de 9 mil reais (com passagem, hospedagem e dinheiro para alimentação, passeios e demais gastos). Mas tudo obviamente vai depender de como você vai gastar, né?? Economizando em hospedagem e alimentação, da pra gastar menos, sim.
Gente, respeitem muito a natureza! Cuidado com corais, recolham seu lixo, respeitem a vida marinha... Isso me deixou triste, pois vi que a ilha sobrevive muito do turismo e o explora sem dó, não preservam muito, sabe? Fiquei imaginando se meus filhos e netos conseguirão conhecer essa beleza, como eu tive a oportunidade... tomara que algo mude nesse sentido!
 
*** Como estou no grupo do Face e Whatsapp há bastante tempo, comecei a perceber o quanto a visão e experiência de cada pessoa é peculiar... Todas as dicas foram maravilhosas, realmente pesquisar ajuda demais a tornar a viagem bem produtiva e fazer novas amizades. E o grupo foi nota mil nesse quesito!! Mas se eu puder dar um toque em quem ainda vai, seria esse: leia tudo, todas as opiniões, anote, aproveite ao máximo... mas tente ter um "filtro" para ter a SUA PRÓPRIA vivência. Coisas que alguém não curtiu, de repente será algo que poderá te surpreender positivamente e vice versa.
 
Boa viagem a quem vai!!! 
 
San Andrés, saudades de você, seu lindo!!